Mãe recusa o aborto, apesar de raríssima gravidez de alto risco


No estado de Arizona, EUA, uma mulher, Nicollete Soto, soube que sua vida corria perigo devido a uma raríssima gravidez: seu filho estava se desenvolvendo fora de seu útero.

Ela não considerou o aborto e levou a gravidez até 32 semanas de gestação, quando então os médicos fizeram o procedimento para o nascimento do bebê, o pequenino Azelan Cruz, que veio à luz pesando pouco mais de 1 Kg.

Seu pai, Victor Perfecto, assim disse sobre o processo da gravidez de alto risco que enfrentaram: "Nós deixamos os médicos decidirem quando fariam o parto e Deus decidir todo o resto".

Sábia decisão!

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
Siga nossas redes sociais:
  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco